Faxinal do Soturno - RS, 97220-000, Brazil

Rede Jauru - Rádio São Roque - La Sorella FM - Jornal Cidades do Vale

Últimas Notícias


Polícia

Operação Conjunta fecha Fábrica Clandestina de Cigarros e prende 17 pessoas na Região Central do Estado

Uma operação realizada em conjunto entre o Ministério Público, Polícia Civil – por meio da Delegacia de Polícia de Proteção ao Consumidor (Decon) do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) e da Delegacia Regional de Santa Maria –, Instituto-Geral de Perícias (IGP) e Polícia Rodoviária Federal (PRF), cumpriu um mandado de busca e apreensão em um galpão utilizado por uma fábrica clandestina de cigarros às margens da BR-392, em São Sepé, região central do Estado. Até o momento, 17 pessoas foram presas em flagrante. Pelo MP, os trabalhos estão sendo conduzidos pelo promotor de Justiça da Especializada de Defesa do Consumidor Alcindo Luz Bastos da Silva Filho.

É apurada a prática dos crimes de organização criminosa, de produção e venda de mercadoria em desacordo com as prescrições legais, e de indução do consumidor a erro, entre outros. Máquinas, insumos e produtos já manufaturados foram apreendidos, ainda em contabilização. O local falsificava marcas de cigarros paraguaias para posterior revenda para várias regiões do país. Atuam na operação, também, os delegados de Polícia Joel Wagner e Sandro Meinerz.

FATURAMENTO MENSAL MILIONÁRIO

As investigações, iniciadas há quatro meses, apontam que a fábrica produzia aproximadamente 200 caixas de cigarro clandestino por dia – uma média de faturamento de R$ 500 mil diários. A organização criminosa é formada por um grupo que reside em outros estados e gerencia a produção remotamente. O MP apura, também, a participação no esquema de empresas revendedoras de tabaco – com antecedentes por estelionato nas relações comerciais. A maioria dos trabalhadores encontrada no local é de paraguaios, muitos deles no país de forma irregular.

Em virtude do contexto da pandemia de coronavírus, foram adotadas precauções aos agentes que atuaram na operação. Os trabalhos foram realizados em virtude das informações de que a unidade seria desativada para abertura em outra cidade, bem como de que o gerente local estaria de mudança do Rio Grande do Sul para outro estado.

PERÍCIA

Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão, a equipe do IGP constatou que os equipamentos estavam em pleno funcionamento, sendo documentada toda a cadeia de produção industrial dos produtos ilegais, desde a fase inicial, consistente no corte dos filtros e do papel, com posterior introdução do tabaco triturado para a confecção dos cigarros, passando pela fase final de embalagem em maços e pacotes, que eram acondicionadas em caixas de papelão, cada um com 50 pacotes.

ROTAS ALTERNATIVAS

Pelo que se evidencia da investigação criminal, os cigarros produzidos na fábrica desativada em São Sepé seriam comercializados em todo o território nacional e também servia para abastecer outros países, como o Uruguai, criando rotas alternativas para o escoamento dos produtos contrárias àquelas onde normalmente se realiza a fiscalização do contrabando vindo do exterior.

As fábricas clandestinas de cigarros evidenciam uma logística engenhosa das organizações criminosas, que geralmente optam por locais situados em área rural, porém com facilidade ao acesso a matérias primas, especialmente o tabaco, que é cultivado em larga escala no Rio Grande do Sul e, portanto, fonte de renda de diversos agricultores. Em virtude da ampliação do combate ao contrabando de cigarros vindos do Paraguai, as organizações criminosas optaram por fixar empresas clandestinas para produzir cigarros ilegais em território nacional, facilitando o escoamento da produção, por rotas diversas daquelas utilizadas pelos contrabandistas, e aumentando ainda mais os lucros da atividade ilícita.

Fonte e Foto: MPRS

Geral

Associação dos Supermercadístas emite nota com medidas a serem tomadas para conter o Covid-19

COMUNICADO AGAS

Supermercados gaúchos adotam medidas para prevenir o coronavírus e garantem abastecimento de produtos

Presentes em 100% dos municípios gaúchos, os supermercados do RS recebem diariamente cerca de quatro milhões de consumidores em suas lojas em todo o Estado. Buscando refrear o avanço do coronavírus e garantir a segurança de consumidores, funcionários e fornecedores, as empresas do setor estão adotando uma série de medidas de prevenção com o objetivo de minimizar os riscos de contaminação com o Covid-19 e garantir a normalidade do abastecimento de produtos à população. Segundo o presidente da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), Antônio Cesa Longo, a entidade enviará nesta quarta-feira (18) uma cartilha orientando os associados sobre boas práticas operacionais que contribuam para a segurança sanitária dos estabelecimentos.

As medidas vão desde o reforço na higienização de carrinhos, cestos e checkouts, até a suspensão das degustações em loja e a reorganização do mix de produtos com foco no autosserviço – evitando filas e sobrecarga nos balcões de atendimento de açougue, padaria e fiambreria, por exemplo. “É o momento de todos fazerem sua parte. O supermercado é como uma extensão da casa dos consumidores, e por ser um setor de atividade essencial à população, será muito demandado nas próximas semanas”, reconhece o dirigente.

De acordo com Longo, não há risco de desabastecimento de produtos nos supermercados gaúchos. “É hora de tranquilizar o consumidor, não haverá falta de alimentos ou de produtos de necessidade básica. Esta é uma situação diferente da greve dos caminhoneiros, por exemplo, quando o setor estava com dificuldades para receber as mercadorias da indústria. Hoje, o abastecimento está normal”, explica. Conforme o supermercadista, a ruptura de alguns itens em supermercados maiores, que provocou a sensação de falta de produtos, foi resultado do crescimento atípico da demanda. “Alguns itens registraram em algumas horas a venda programada para uma semana. Por mais eficientes que as empresas sejam, não há como reabastecer as gôndolas nesta velocidade”, explica o presidente da Agas, sublinhando que as empresas têm estoques dos produtos e que em algumas horas o abastecimento é normalizado. “Não há risco de falta de alimentos nas lojas. A população não precisa se preocupar, já que os supermercados estão preparados, inclusive, para aumentar o abastecimento, caso necessário, como já acontece em datas festivas”, conclui Longo.

Saúde

Dr. Alexandre Sangoi fala sobre medidas tomadas pelo HCSR contra o Covid-19

Na manhã de segunda-feira (16), o Diretor Técnico do Hospital de Caridade São Roque de Faxinal do Soturno, Dr. Alexandre Sangoi, concedeu entrevista à Rádio São Roque 103.9 FM falando sobre as medidas adotadas pelo HCSR por conta dos avanços da pandemia do Novo Coronavírus.

Acompanhe a entrevista na íntegra no player abaixo:

Esportes

Restinga Seca foi a grande campeã do Interseleções 2020

Foi realizado ao longo deste domingo (15) mais uma edição do Interseleções categoria principal. Troféu Sadi Pedro Cervo.

Seis equipes participaram do evento esportivo. Formigueiro, Dona Francisca, Agudo, Nova Palma, Restinga Seca e Faxinal do Soturno. Ambas divididas em duas chaves de três.

Na partida final, o enfrentando foi entre as seleções de Faxinal do Soturno e Restinga Seca e a seleção restinguense construiu um placar de 2X0 em tempo normal, sagrando-se campeã desta edição.

Neste link, abaixo, está a live da partida:

https://www.facebook.com/1691860504462538/videos/2516103845372848/

Foto: Mateus Rossato/JCV

Geral

Accijuc realiza evento alusivo ao dia internacional das mulheres

Na manhã desta sexta-feira, dia 13, foi realizado um café da manhã para homenagear as mulheres castilhenses que se destacam em vários setores da cidade. Estiveram presente, na sede da Associação Comercial Cultural e Industrial de Júlio de Castilhos (ACCIJUC), um grande número de empresarias, uma policial, bancárias, prestadoras de serviço, mulheres ligadas ao setor de saúde, entre outras.

O evento contou também com a presença do presidente da entidade, Júlio Cesar Batistella, e colaboradoras. Rolou um descontraído bate-papo e cada participante recebeu uma rosa das mãos da executiva da entidade, Camila Appel.

Polícia

Capotamento de um automóvel deixou três feridos na 348

Na madrugada deste sábado (14) a Polícia Rodoviária Estadual atendeu uma ocorrência de trânsito na ERS 348 em um local conhecido como curva da morena, entre Faxinal do Soturno e Dona Francisca. O acidente ocorreu por volta da 1h.

De acordo com a PRE a condutora do veículo, uma jovem de 21 anos, perdeu o controle vindo a capotar na lateral da rodovia. Outras duas pessoas ficaram feridas, um jovem de 18 anos e uma adolescente de 16 anos. Ambos socorridos pelo SAMU e encaminhados ao Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM). No veículo estavam  cinco pessoas.

Os Bombeiros Voluntários de Faxinal do Soturno ajudaram no resgate aos feridos.

Foto: Gabriel Fantoni/BV

Geral

Cancelada a maior feira da agricultura familiar do RS devido ao Covid-19

A Expoagro Afubra deste ano foi cancelada devido orientação do Ministério da Saúde. Este que é considerado o maior evento voltado a agricultura familiar do Rio Grande do Sul.

Esta seria a 20ª edição da feira que aconteceria de 18 a 21 de março.

Acompanhe aqui o comunicado oficial da Afubra, organizadora da feira:

COMUNICADO OFICIAL da AFUBRA

A Associação dos Fumicultores do Brasil, organizadora da EXPOAGRO AFUBRA, sensível à situação atual que envolve a questão do coronavírus no País e no mundo, e atendendo às orientações do Ministério da Saúde, que “estabelece medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus (Covid-19), bem como  da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI)”, DECIDIU PELO CANCELAMENTO DA EXPOAGRO AFUBRA, feira voltada à agricultura familiar, que aconteceria entre 18 e 21 de março  de 2020, em Rincão Del Rey, município de Rio Pardo/RS.

A entidade lamenta profundamente o fato, mas, neste momento, é vital unir esforços para conter a escalada da doença e proteger a população, evitando aglomerações de pessoas, já que era esperado um público de aproximadamente 150 mil pessoas nos quatro dias do evento. 

A decisão da Afubra também está seguindo, rigorosamente, um dos lemas que norteia suas atividades de “um por todos e todos por um”. É o momento de tomar uma decisão, pensando no bem-estar coletivo. 

Assim, agindo com a responsabilidade social que lhe cabe e que sempre pautou sua trajetória em seus 65 anos de existência, que seriam comemorados justamente durante o transcorrer da feira, em 21 de março, a AFUBRA toma essa posição com tristeza, mas na certeza de estar fazendo o melhor pelos produtores rurais e pela comunidade em geral, que habitualmente prestigiam a Expoagro Afubra.

Contamos com a compreensão de todos.

Atenciosamente,

Benício Albano Werner,

Presidente da AFUBRA.

Esportes

51° Interseleções com os confrontos definidos

Foi realizado na manhã desta sexta-feira (13) o sorteio das chaves e definidos os primeiros confrontos do Interseleções, categoria principal, que estará acontecendo no próximo domingo em Faxinal do Soturno. Esta é a 51ª edição da competição.

A chave A:
* Faxinal do Soturno
* Nova Palma
* Dona Francisca

Chave B:
* Agudo
* Restinga Seca
* Formigueiro

Após a realização do sorteio, ficaram definidos os primeiros confrontos. Abre a competição, Faxinal do Soturno X Nova Palma e a segunda partida do torneio será entre Agudo X Restinga Seca.

Três partidas estão previstas para acontecer pela parte da manhã do domingo.
Agudo é atual Bi campeã da competição, caso vença o torneio levará em definitivo o Troféu Sadi Pedro Cervo.

A Rádio São Roque FM 103.9 transmitirá todas as partidas.

Fotos: Gilberto Ferreira

Geral

Expodireto surpreende positivamente em negócios

Grande parte do Rio Grande do Sul enfrenta uma estiagem severa com perdas severas em grãos, tabaco e gado leiteiro. Um quarto do total de municípios decretou situação de emergência. Mesmo diante deste cenário a 21ª Expodireto Cotrijal parece não ter sentido os efeitos. Somente o público foi um pouco menor do que em 2019: de 268 mil para 256 mil visitantes, queda de 4%, em função do coronavírus.

Mesmo com a projeção de queda de 7% feita pela Abimaq, os números finais da feira surpreenderam. O aumento nas vendas em relação a edição anterior foi de 10%, passando de R$2,4 bilhões para R$2,6 bilhões. 

O presidente da Cotrijal, Nei Mânica, disse que a expectativa de comercialização era alcançar os números do ano passado “Temos muito produtores capitalizados com recursos próprios, financiamento bancários com dois anos de carência e muitos negócios de pessoas de outros estados do Brasil”, comentou. O presidente citou como exemplo o caso de dois produtores que vieram do Amapá e compraram cerca de 20 máquinas.

A edição de 2021 já tem data. Deve ocorrer de 1º a 5 de março. Durante os cinco dias de feira acompanhamos as estratégias e lançamentos que levaram a este resultado.

Fonte: Agrolink

Foto: Divulgação

Esportes

Agudo foi a grande campeã do Inter Seleções categoria 35 anos

Foi realizado, durante todo o domingo (8) o Interseleções na categoria 35 anos no estádio Colosso do Jacuí em Dona Francisca.

Na grande final o selecionado de Agudo empatou em tempo normal com a seleção de Dona Francisca. Tudo foi decidido nas penalidades e aí brilhou a estrela do goleiro Téco que ao defender uma cobrança deu o título ao torrão amigo. O placar nas penalidades ficou em 6x5.

Oito seleções participaram do torneio que organizado pela administração municipal de Dona Francisca em parceria com o Clube Franciscano.

Foto: Mateus Rossato

Ao continuar navegando em nosso site, você concorda com a nossa Política de Privacidade e com os nossos Termos de Serviço