Faxinal do Soturno - RS, 97220-000, Brazil

PC prende quatro indivíduos suspeitos de assalto em Pinhal Grande

compartilhar
Polícia 10/11/2020
Imagem Principal


No início da tarde desta segunda-feira (09/11), a Polícia Civil cumpriu 9 (nove) ordens judiciais, sendo 4 (quatro) mandados de prisão temporária e 5 (cinco) mandados de busca e apreensão.
 
Um mandado de busca e apreensão e dois mandados de prisão temporária foram cumpridos em Júlio de Castilhos; dois mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão temporária foram cumpridos em Cruz Alta; e, dois mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão temporária foram cumpridos em Pinhal Grande.

Conforme as investigações, os presos são suspeitos de participação no roubo ocorrido em Pinhal Grande no dia 19 de setembro deste ano, ocasião em que dois indivíduos encapuzados, de luvas e armados com arma de fogo renderam um casal de 68 anos e de 70 anos no Rincão da Várzea, e os deixaram amarrados das 16h até às 22h enquanto vasculhavam a casa. Foram subtraídos diversos pertences, sendo dois veículos, sendo que um capotou próximo a Júlio de Castilhos e o outro foi abandonado em uma estrada vicinal próximo a RS481 entre Salto do Jacuí e Boa Vista do Incra.

Um dos presos em Júlio de Castilhos, no bairro Salles, foi o mandante do crime e responsável por levar parte dos objetos subtraídos para Cruz Alta, bem como por abandonar um dos veículos subtraídos. Em sua residência foram apreendidos diversos objetos oriundos de crimes, uma arma de fogo e doze munições. Possui 47 anos e antecedentes policiais por homicídio qualificado (duas vezes), furto simples, roubo simples, furto qualificado, receptação (duas vezes), roubo majorado (três vezes), organização criminosa e homicídio qualificado na sua forma tentada.

O outro preso em Júlio de Castilhos, no bairro centro baixo, foi um dos responsáveis por invadir e render o casal de vítimas. Possui 36 anos e antecedentes policiais por furto simples, furto qualificado (duas vezes), receptação, latrocínio, receptação culposa, furto qualificado na forma tentada e homicídio qualificado.

O preso em Pinhal Grande foi um dos responsáveis por invadir e render o casal de vítimas. Possui 38 anos e antecedentes policiais por perturbação da tranquilidade e difamação.

Por fim, o preso em Cruz Alta, no bairro Alvorada, possui vínculo parentesco com o mandante do crime e teria colaborado em esconder parte dos objetos subtraídos. Possui 20 anos e antecedentes policiais por ameaça e latrocínio na sua forma tentada.

Após os procedimentos de praxe na Delegacia de Polícia, os homens foram encaminhados ao Presídio Estadual de Júlio de Castilhos onde ficarão à disposição da Justiça. As prisões tem prazo de 30 (trinta) dias.

A ação foi coordenada pelo Delegado Adriano Winkelmann De Rossi, substituto da DP/Pinhal Grande e contou com o apoio da Delegacia de Polícia de Tupanciretã, Delegacia de Polícia de Júlio de Castilhos, Delegacia de Polícia de Repressão às Organizações Criminosas Organizadas (DRACO) de Santa Maria, Delegacia de Polícia de Repressão às Organizações Criminosas Organizadas (DRACO) de Cruz Alta e Brigada Militar.

Fonte: Polícia Civil



OUTRAS NOTÍCIAS

Ao continuar navegando em nosso site, você concorda com a nossa Política de Privacidade e com os nossos Termos de Serviço